INTEGRANTES

IMG_0365.jpg

Are Bolguese

Integra o Núcleo Experimental de Butô desde 2018. Redatora e publicitária desde 2013, com experiência na mercadorização dos corpos pela manipulação genética. Trabalha com conteúdos para redes sociais, blogs e outros meios digitais, já tendo passado por diversas agências de publicidade, assessorias e start-ups. Como performer, atuou no grupo Mil Coisas de 2007 a 2015. No Núcleo Experimental de Butô participou das criações "Khthon" (2018 e 2019) e “Marginais TransTemporais” (2018 e 2020).

Daniel Aleixo

Daniel Aleixo

Integra o Núcleo Experimental de Butô desde 2018. Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), tendo realizado intercâmbio pela Tokyo University of Foreign Studies (TUFS). Ator-pesquisador de teatro, dança e cinema no Japão de 1960 a 1980, focando nas poéticas de Tatsumi Hijikata e Shuji Terayama. Dançarino de kabuki e bon-odori no estilo Fujima-Ryu. Dentre as atividades realizadas no núcleo: ministrante do curso Butô & Contracultura; editor do Podcast do Núcleo Experimentald e Butô e tradutor. Concluídas pesquisa de Iniciação Científica pela FAPESP “A Leitura da Morte no Butô de Tatsumi Hijikata” (2017-2018), curadoria no MIS CAMPINAS “O cinema de Yasujiro Ozu” (2019) e seminário da TUFS “A performatividade do Takarazuka Revue”.

Victor_edited_edited.jpg

Victor Gomes Rosa

Integra o Núcleo Experimental de Butô desde 2021. Multiartista desde 2016, estando em grupos como Cia. Os Satyros, Teatro da PombaGira, Teatro da Vértebra, Comitê Escondido Johann Fatzer. Desde 2018 é integrante ativo da Associação Teatro Oficina Uzyna Uzona. No Núcleo, além da participação em oficinas introdutórias, criou o solo "0 1 1 0 0 1 0 0 1 0 1"(2021) e participou da criação de "Encanteria" (2021), ambos dentro da Zona Laboratorial.

Pedro.jpeg

Pedro Ribeiro

Integra o Núcleo Experimental de Butô desde 2021 como dançarino. É multiartista desde de 2018, atuando no teatro, performance, dança e cinema. Suas principais criações artísticas contam com o espetáculo “Constelação” (2021), do Pra Quê? Grupo de Teatro, o filme “Três Tigres Tristes” (2022), de Gustavo Vinagre, e a participação no projeto “Para Tempos de Incerteza” (2020-2021) como performer. Inicia os primeiros contatos com o Núcleo participando da oficina “Butô e Terrorismo Poético”, passando para a criação do solo “Hack” (2021), no Laboratório de Criação de Solos Online, e seguindo para a realização das oficinas introdutórias. Integra o espetáculo “Encanteria” em 2021, atuando como instrumentista, e em 2022 como dançarino.

pp.jpg

Matheus Hirashike

Integra o Núcleo Experimental de Butô desde 2019, atuando como dançarino. É monitor e técnico em Dança (ETEC). Dentre suas criações artísticas destacam-se os trabalhos do Núcleo Experimental de Butô “Marginais TransTemporais” (2020), “Um Corpo Gaijin Encontra Hijikata” (2020) e “Anhangás” (2019). Participou como bolsista de balé clássico nas escolas, Celi Carlos (2019), Cispla Danças (2019) e Ballet Evelyn (2019) e atualmente no Studio de Danças Marcia Pee, onde realiza aulas de balé, contemporâneo, jazz, danças urbanas e pilates.