NEM TUDO CABE EM PALAVRAS, É PRECISO DANÇAR!

ouvir as folhas

ouvir o saber y o espírito das plantas


dança visceral para inaugurar um outro mundo

tempo primordial

inventar os jogos

os rituais


jogo - ritual

rito - jogo



como provocar o público para o rito

deixar nítido o que se pode y não pode no rito


ritual não se faz sozinho



https://revistacult.uol.com.br/home/da-necropolitica-a-ikupolitica/


não cristalização dos desejos


corpo em transe

o corpo que dança sem pe(n)sar

ou antes de pe(n)sar


ventos que gastam


o afeto no trampo

afetividade

troca

relação

tesão



se propor a encruzilhadas com pessoas que saibam e possam trocar conhecimentos

não perder as raizes e as origens dos saberes


16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Não basta aquecer durante a cena dos Ossos - Faz-se urgente uma CENA ZERO que traga recursos de escuta e (auto)cuidado entre dançarines. O que nos nutre sem ser a estrutura dramatúrgica? Onde estão no

Vontade de enviar um artigo não respeitando muito as questões acadêmicas, mas escrito pelos 5 dançarinos com subtítulos como: - Apanhar em praça pública de uma criança e sua mãe bolsonarista - Um poli